Aprendendo Com A Música: The Show Must Go On – Queen 49


~ I’ll top the bill, I’ll overkill, I have to find the will to carry on – on with the show ~

Música The Show Must Go On Queen

Neste novo artigo do Inglês Com Rock, estudaremos uma das letras de uma das maiores e mais incríveis bandas de toda a história do rock: o Queen.

O Queen era uma banda de rock britânica, formada em Londres, em 1971. Seu vocalista, Freddie Mercury, era dono de uma voz fantástica, inigualável, e tinha uma presença de palco absolutamente incrível. O Queen era uma das poucas bandas que soavam tão melhores ao vivo quanto em suas gravações de estúdio e faziam apresentações muito emocionantes.

A música “The Show Must Go On” faz parte do álbum “Innuendo”, de 1991, e foi lançada um mês antes de Freddie Mercury morrer em decorrência da AIDS. Nesta letra, podemos ver como o cantor exteriorizava seu sentimentos e o que ele pensava, provavelmente sentindo que seu fim estava próximo. É uma música triste, mas também fortificadora, devido ao otimismo sempre presente no coração de Freddie Mercury, que desejava viver a vida, lutando com todas as forças até não conseguir mais.

Freddie Mercury é sempre lembrado com uma frase muito bonita: “Lover of Life, Singer of Songs” (Amante da Vida, Cantor de Canções).

Ouça a canção e depois continue a leitura para aprender com a letra!

Bom divertimento e bons estudos!

Vamos Curtir Um Som!

The Show Must Go On
Queen

Empty spaces, what are we living for?
Abandoned places, I guess we know the score
On and on, does anybody know what we are looking for?
Another hero, another mindless crime
Behind the curtain, in the pantomime
Hold the line, does anybody want to take it anymore?

The show must go on, the show must go on, yeah
Inside my heart is breaking
My make-up may be flaking, but my smile still stays on

Whatever happens, I’ll leave it all to chance
Another heartache, another failed romance
On and on, does anybody know what we are living for?
I guess I’m learning (I’m learning learning learning)
I must be warmer now
I’ll soon be turning (turning turning turning)
Round the corner now
Outside the dawn is breaking
But inside in the dark I’m aching to be free

The show must go on, the show must go on, yeah yeah
Ooh, inside my heart is breaking
My make-up may be flaking but my smile still stays on

My soul is painted like the wings of butterflies
Fairytales of yesterday will grow but never die
I can fly – my friends
The show must go on (go on, go on, go on) yeah yeah
The show must go on (go on, go on, go on)
I’ll face it with a grin, I’m never giving in
On – with the show

Ooh, I’ll top the bill, I’ll overkill
I have to find the will to carry on
On with the show, on with the show
The show – the show must go on

Go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on
go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on

Vamos Estudar A Letra!

The Show Must Go On (O Espetáculo Deve Continuar)

Empty spaces, what are we living for?
Abandoned places, I guess we know the score
On and on, does anybody know what we are looking for?
Another hero, another mindless crime
Behind the curtain, in the pantomime
Hold the line, does anybody want to take it anymore?

Empty spaces, what are we living for? (Espaços vazios, pelo que nós estamos vivendo?) / Abandoned places, I guess we know the score (Lugares abandonados, eu acho que sabemos o resultado) / On and on, does anybody know what we are looking for? (De novo e de novo, alguém sabe o que nós estamos procurando?) / Another hero, another mindless crime (Um outro herói, um outro crime sem sentido) / Behind the curtain, in the pantomime (Atrás das cortinas, na pantomima) / Hold the line, does anybody want to take it anymore? (Aguente firme, alguém quer aguentar um pouco mais?)

Para começarmos o estudo com esta fantástica música do Queen, podemos aprender uma regrinha importante com as frases what are we living for? e does anybody know what we are looking for?. Traduzindo a primeira frase, por exemplo, temos o que nós estamos vivendo?. Porém, repare que no final da frase existe a palavrinha for. A palavra for obrigatoriamente deve aparecer no final de perguntas desse tipo, depois do verbo. No caso dessa frase, o verbo live, que está no gerúndio, living. Repare que isso também ocorre na segunda frase que selecionamos deste primeiro trecho da música: does anybody know what we are looking for?. A palavra for aparece logo após o verbo look. Então, lembre-se dessa regrinha: sempre que quisermos fazer perguntas como essas devemos colocar a palavra for no final, depois do verbo. What are we living? / What we are looking? = forma incorreta. What are we living for? / What we are looking for? = forma correta.

Uma expressão que aparece em alguns trechos desta música e está no trecho mais acima é a expressão on and on. On and on é um expressão usada para dizer que algo continua sempre acontecendo, continua por um longo período de tempo. Sendo assim, essa expressão pode ser traduzida como, só para citar alguns exemplos, de novo, novamente, outra vez. Veja como podemos traduzir essa expressão em uma das frases do primeiro trecho da canção: on and on, does anybody know what we are looking for? = de novo e de novo, alguém sabe o que nós estamos procurando?

Outra palavra interessante que podemos aprender sobre ela aqui é a palavra pantomime, que aparece no verso behind the curtain, in the pantomime. Pantomime significa pantomima. Pantomima é um teatro gestual em que se faz o maior uso de gestos e expressões faciais e o menor uso de palavras possível. Em outras palavras, é um show de mímica. E é a isso que a música se refere nesse verso. Behind the curtain, in the pantomime = atrás das cortinas, na pantomima.

E ainda no primeiro trecho da música, temos mais uma boa expressão para descobrir seu significado: hold the line. Hold the line é uma expressão que significa manter uma posição ou um estado já existente, não ceder, resistir, manter-se firme. Na frase hold the line, does anybody want to take it anymore? por exemplo, uma boa tradução para a expressão hold the line seria aguente firme, resista, não ceda. E quanto ao verbo take que também está nessa frase, dessa vez seu significado é semelhante ao de hold the line: aguentar, resistir.

Vamos para o primeiro refrão:

The show must go on, the show must go on, yeah
Inside my heart is breaking
My make-up may be flaking, but my smile still stays on

The show must go on, the show must go on, yeah (O espetáculo deve continuar, o espetáculo deve continuar, sim) / Inside my heart is breaking (Por dentro meu coração está se partindo) / My make-up may be flaking, but my smile still stays on (Minha maquiagem pode estar saindo, mas meu sorriso ainda permanece).

Embora aqui mesmo no Brasil e em praticamente todos os países do mundo inteiro a palavra show seja usada assim mesmo em inglês, ela tem tradução, e a melhor que podemos usar é espetáculo. Show tem alguns significados diferentes e um dos mais conhecidos é o verbo mostrar, mas não é esse o seu significado nesse caso. Quanto à expressão go on, que aparece na mesma frase que a palavra show, seu significado é continuar. The show must go on = o espetáculo deve continuar / o espetáculo tem que continuar.

A palavra make-up, também presente no refrão, tem alguns significados e usos diferentes como inventar uma explicação, inventar um poema ou uma história, preparar algo, trabalhar por um tempo extra. Make-up também é usado para dizer colocar maquiagem ou pintura no rosto de alguém e o significado correto de make-up na frase my make-up may be flaking, but my smile still stays on é maquiagem.

Outra expressão que é interessante e podemos aprender é a expressão stay on. Stay on significa permanecer, continuar. Sendo assim, podemos traduzir essa expressão na frase my make-up may be flaking, but my smile still stays on das seguintes maneiras: minha maquiagem pode estar saindo/escorrendo mas meu sorriso ainda permanece; minha maquiagem pode estar saindo/escorrendo mas meu sorriso ainda continua.

Vamos em frente, para a segunda parte da música:

Whatever happens, I’ll leave it all to chance
Another heartache, another failed romance
On and on, does anybody know what we are living for?
I guess I’m learning (I’m learning learning learning)
I must be warmer now
I’ll soon be turning (turning turning turning)
Round the corner now
Outside the dawn is breaking
But inside in the dark I’m aching to be free

Whatever happens, I’ll leave it all to chance (O que quer que aconteça, eu deixarei tudo ao acaso) / Another heartache, another failed romance (Outra tristeza, outro romace fracassado) / On and on, does anybody know what we are living for? (De novo e de novo, alguém sabe pelo que nós estamos vivendo?) / I guess I’m learning [I’m learning learning learning] (Eu acho que eu estou aprendendo [Eu estou aprendendo aprendendo aprendendo]) / I must be warmer now (Eu devo ser forte agora) / I’ll soon be turning [turning turning turning] (Em breve eu estarei dobrando [dobrando dobrando dobrando]) / Round the corner now (A esquina agora) / Outside the dawn is breaking (Lá fora está amanhecendo) / But inside in the dark I’m aching to be free (Mas dentro da escuridão eu estou ansiando pela liberdade).

No primeiro verso da segunda parte da música, whatever happens, I’ll leave it all to chance, temos a contração I’ll. Esta contração é o mesmo que I will e é usada para indicar algo que você vai fazer, algo que vai acontecer ou como algo vai ser. Nesse mesmo verso também temos a palavra chance, que à primeira vista pode ser traduzida como chance mesmo. Porém, se traduzirmos esse verso ao pé da letra veremos que essa tradução não fará sentido. Veja: whatever happens, I’ll leave it all to chance = o que quer que aconteça, eu deixarei tudo à chance. Como podemos ver, não fica bom assim. A palavra chance tem como significados chance, sorte, acaso. Sabendo disso, podemos aplicar uma tradução bem melhor para a palavra chance nesse verso. Veja uma forma melhor e mais adequada de se traduzir esta palavra no verso em questão: whatever happens, I’ll leave it all to chance = o que quer que aconteça, eu deixarei tudo ao acaso / o que quer que aconteça, eu deixarei tudo à sorte. Ficou melhor assim, não ficou?

No segundo verso dessa parte da música, temos a palavra heartache. Heartache tem como significados melancolia, tristeza, sofrimento. Então, só por curiosidade, podemos ver como esta palavra é aplicada na frase another heartache, another failed romance. Veja: another heartache, another failed romance = outra tristeza, outro romance fracassado / outra melancolia, outro romance fracassado.

Ainda neste trecho da canção, há uma curiosidade sobre a palavra warmer, que aparece no verso I must be warmer now. Warm tem como significados quente, caloroso, ardente, entusiasmado, animado. Warmer é um adjetivo que podemos atribuir à algo ou à alguma pessoa. Assim, quando nos referimos à uma pessoa com a palavra warmer, como o autor da canção fez com ele mesmo dizendo I must be warmer now, queremos dizer que a pessoa deve ser forte, deve se sentir calorosa, animada, cheia de vida. Como o autor da canção provavelmente sentia que seu fim estava próximo, ele sabia que não podia se deixar abater por conta disso e que deveria ser o melhor que ele pudesse em tudo. Ele sabia que deveria se sentir mais vivo do que nunca. Logo, I must be warmer now = eu devo ser forte agora.

No verso seguinte ao que acabamos de estudar, podemos entender qual é o sentido da frase I’ll soon be turning round the corner now. O verbo turn tem como significados virar, girar, voltar. A palavra corner significa canto, extremidade. Levando em conta o que o autor da canção está cantando, sobre ele possivelmente estar sentindo que seu tempo está acabando, podemos traduzir esse verso para algo assim: I’ll soon be turning round the corner now = em breve eu estarei dobrando a esquina agora. “Dobrar a esquina” poderia ser interpretado como ele dizendo que em breve estará passando desta para outra, partindo daqui. Eu acredito que esta interpretação faz bastante sentido e está de acordo com o contexto da canção.

Outra curiosidade que podemos aprender está na frase outside the dawn is breaking. A palavra dawn tem alguns significados como por exemplo, amanhecer, aurora. No caso deste verso da canção, o significado correto da palavra dawn é amanhecer. A palavra break pode significar várias coisas, entre elas, quebrar, romper, violar, mas também pode significar uma indicação de modificação, de mudança. Como pudemos ver, a palavra dawn significa amanhecer, exatamente igual à palavra daybreak, que não está presente na música mas também é outra forma de dizer amanhecer. Para você compreender bem isto, tenha em mente que dizer the dawn is breaking significa dizer que está amanhecendo. A palavra break tem um significado raro nesta frase, pois ao invés de significar os verbos que normalmente associamos à ela, o uso dela aqui é para se referir à algo que está surgindo, acontecendo, entrando em cena. A manhã está chegando/surgindo, logo, the dawn is breaking.

Na última frase deste trecho ainda, temos but inside in the dark I’m aching to be free. Se traduzirmos ao pé da letra esta frase teremos mas dentro na escuridão eu estou desejando ser livre. Convenhamos que dentro na escuridão não faz sentido para nós, falantes do português, correto? Então, nesse caso, a tradução correta seria dentro da escuridão. Já a palavra aching vem do verbo ache, que significa desejar, ansiar, fazer questão de. Com essas informações, podemos traduzir a frase but inside in the dark I’m aching to be free dos seguintes modos: mas dentro da escuridão eu estou ansiando pela liberdade / mas dentro da escuridão eu anseio por ser livre / mas dentro da escuridão eu desejo ser livre.

E a canção chega ao seu segundo refrão:

The show must go on, the show must go on, yeah yeah
Ooh, inside my heart is breaking
My make-up may be flaking but my smile still stays on

The show must go on, the show must go on, yeah yeah (O espetáculo deve continuar, o espetáculo deve continuar, sim sim) / Ooh, inside my heart is breaking (Ooh, por dentro meu coração está se partindo) / My make-up may be flaking but my smile still stays on (Minha maquiagem pode estar saindo mas meu sorriso ainda permanece).

Novamente no refrão, vamos falar mais uma vez sobre a palavra break. Se mais acima aprendemos que na frase the dawn is breaking o verbo break foi usado para fazer referência à algo que estava acontecendo, desta vez o verbo break é usado com seus significados mais conhecidos. Na frase inside my heart is breaking, a palavra break significa partir (de quebrar-se ou dividir-se em várias partes). Sendo assim, inside my heart is breaking = por dentro meu coração está se partindo.

E a música continua assim:

My soul is painted like the wings of butterflies
Fairytales of yesterday will grow but never die
I can fly – my friends
The show must go on (go on, go on, go on) yeah yeah
The show must go on (go on, go on, go on)
I’ll face it with a grin, I’m never giving in
On – with the show

My soul is painted like the wings of butterflies (Minha alma é pintada como as asas das borboletas) / Fairytales of yesterday will grow but never die (Contos de fadas de ontem vão crescer mas nunca morrer) / I can fly – my friends (Eu posso voar – meus amigos) / The show must go on [go on, go on, go on] yeah yeah (O espetáculo deve continuar [continuar, continuar, continuar] sim sim) / The show must go on [go on, go on, go on] (O espetáculo deve continuar [Continuar, continuar, continuar] / I’ll face it with a grin, I’m never giving in (Eu enfrentarei tudo com um grande sorriso, eu nunca vou desistir) / On – with the show (Adiante – com o espetáculo).

No verso I’ll face it with a grin, I’m never giving in temos a palavra grin. Grin é uma palavra que significa um grande sorriso no rosto, um largo sorriso. Já a palavra face pode significar rosto, face, mas também pode significar os verbos encarar, enfrentar. Neste verso, o significado correto da palavra face é o correspondente à esses verbos, enfrentar ou encarar. Na parte I’m never giving in, a expressão give in significa ceder, entregar-se. Traduzindo normalmente I’m never giving in temos algo como eu estou nunca me entregando. Esta tradução não está correta, e podemos melhorá-la. Veja: I’m never giving in = eu nunca vou desistir / eu nunca vou me entregar. Então, agora podemos ver melhor como ficaria bem traduzido este verso completo: I’ll face it with a grin, I’m never giving in = eu enfrentarei tudo com um grande sorriso, eu nunca vou desistir / eu enfrentarei tudo com um grande sorriso, eu nunca vou me entregar.

E o otimismo inabalável de Freddie Mercury continuava:

Ooh, I’ll top the bill, I’ll overkill
I have to find the will to carry on
On with the show, on with the show
The show – the show must go on

Ooh, I’ll top the bill, I’ll overkill (Eu serei a maior atração, eu farei o que for necessário) / I have to find the will to carry on (Eu tenho que encontrar o desejo de continuar) / On with the show, on with de show (Ir adiante com o espetáculo, ir adiante com o espetáculo) / The show – the show must go on (O espetáculo – o espetáculo deve continuar).

No trecho acima, podemos aprender sobre a interessante expressão top the bill e a palavra overkill. Top the bill é uma expressão que pode ser relacionada com atrações de teatro e é usada quando se quer dizer ser a atração principal de um show, o centro das atenções. A palavra overkill pode significar qualquer esforço que pareça maior do que o necessário para atingir um objetivo. É uma palavra que transmite a ideia de excesso, de superação. Sabendo disso, I’ll overkill pode ser traduzido como eu farei tudo o que for necessário, eu superarei. Vamos ver as traduções mais adequadas de todo o verso agora: I’ll top the bill, I’ll overkill = eu serei a maior atração, eu farei tudo o que for necessário / eu serei a atração principal, eu superarei.

A palavra will, além de ser usada para expressar algo que vai acontecer, também pode significar vontade, força de vontade, desejo, determinação, disposição, além do verbo mais popular, querer. Na frase I have to find the will to carry on, o significado correto da palavra will é desejo, vontade, força de vontade. A expressão carry on tem como significados prosseguir, continuar, levar em frente. A frase I have to find the will to carry on fica corretamente traduzida assim: eu tenho que encontrar o desejo de continuar / eu tenho que encontrar a vontade de seguir em frente / eu tenho que encontrar o desejo de seguir adiante.

Para finalizar, uma última rápida curiosidade. A palavrinha on no verso on with the show, tem como significado adiante, em frente. Então, o verso on with the show pode ser traduzido simplesmente como adiante com o espetáculo, em frente com o espetáculo.

E esta fantástica canção do Queen termina assim:

Go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on
Go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on

Go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on (Continuar, continuar, continuar, continuar, continuar, continuar, continuar, continuar, continuar) / Go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on, go on (Continuar, continuar, continuar, continuar, continuar, continuar, continuar, continuar, continuar).

Your Show Must Go On!

Bela letra dessa música do Queen, concorda?

No artigo de hoje tivemos a oportunidade de aprender várias expressões interessantes que não costumamos ouvir com muita frequência por aí. Por isso, estude bastante, e claro, cante bastante também! Amplie seu vocabulário, treine seu listening, seu speaking e todas as habilidades fundamentais para você desenvolver cada vez mais e melhor seus conhecimentos da língua inglesa.

Se desejar, envie um comentário também! Me pergunte suas dúvidas ou simplesmente me diga o que achou deste post. Eu adoraria ver a sua participação :D.

Um grande abraço!

See you soon!

img


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

49 thoughts on “Aprendendo Com A Música: The Show Must Go On – Queen

  • Kleber

    Boa Diego. Mandou muito bem com a escolha da música e o trabalho de tradução/explicação dela. Que venha mais.

  • Fernanda Pollido

    O que eu posso dizer?! Banda maravilhosa, música linda e uma excelente explicação… ADOREEEII!

    Parabéns Diego!!!

  • Maria de Fatima

    Muito bom, parabéns a música é ótima, pra mim que estou começando achei um pouco difícil, mas tudo bem.

    • Diego Autor

      Oi Maria!

      Pode parecer um pouco difícil, mas não é tanto hehe :D
      Estude bastante, como você pode ver há muito o que aprender só com uma música.

      Obrigado pela participação!
      Abraço!

    • Diego Autor

      Muito obrigado Ueritom =D

      Pois é, eu acho que existem muitas coisas boas para se aprender com cada música e eu realmente tento explicar tudo de importante que há em cada uma.
      Obrigado pelo comentário!

      Abraço!

  • Mario

    Diego, muto boa sua explicação/tradução.

    E pegando um gancho com o nome da canção:

    Your posts must go on, go on, go on!

    Parabéns e abraços.

  • Diony

    E ae Diego!

    Baita blog cara, excelente modo de aprendizado! E o principal excelentes classicos você tem colocado aqui!

    Eu gostaria de dar uma sugestão, eu estive olhando aquele sua dica de aula para professores do brian adams, e achei demais, eu daria como sugestão voce fazer mais disso, para o pessoal fazer por aqui mesmo saco? Ou seja o pessoal esta lendo a musica e vai preenchendo os campos que faltam, dessa forma estarão treinando o listening!

    grande abraço!

    • Diego Autor

      E aí Diony,

      Valeu pelos elogios, fico muito feliz!

      Fique sossegado que terão mais posts daquele tipo, inclusive já tem outro preparado. Concordo que posts daquele tipo serão super úteis para quem está lendo poder treinar o listening.

      Um grande abraço e obrigado pelo apoio!

  • Renan Eduardo

    Parabéns por mais esse grande post, Diego!

    Mais uma ótima canção, e a explicação está incrível!

    Abraços!

  • PAULO

    Parabéns…..

    O interessante é que a música pode ir além em sua interpretação e discussão em sala da aula abordando temas como diversidade sexual, morte, respeito às minorias sexuais, etc… Um bom prato para uma aula interdisciplinar em sociologia, filosofia, arte, religião, ética e outras.
    Terrific!!

    Thank you very much!!

    • Diego Autor

      Olá Paulo,

      Muito obrigado :D

      Concordo com você. É incrível como podemos interpretar a maioria das músicas de mais de uma maneira e discutir assuntos diferentes através delas.
      Na verdade, todas as grandes canções que existem, se repararmos, são tão geniais que abrem um leque de possibilidades de interpretações enormes.

      É claro que quando eu escrevo um post eu acabo fazendo a minha própria interpretação da música, mas isso não significa que ela não possa ser entendida por um outro lado, falando sobre outra coisa.

      É isso que é o mais legal: você poder captar a mensagem da música através do que você sente ouvindo ela.

      Um grande abraço!

  • Alexandre Andrade

    Demais!! O rock nunca morrerá enquanto houver pessoas como você e o ensino do inglês sempre parecerá divertido e fácil com essa habilidade ímpar de sua didática.

    Forte abraço

    Alexandre

    • Diego Autor

      Valeu Alexandre!

      Se depender de mim, o rock nunca vai morrer hehe :D.
      Obrigado pelas suas palavras e por ter curtido o modo como eu ensino aqui no blog.

      Abraço!

  • The Seixas

    Incrível Diego, é impressionante como fica fácil de se dedicar quando gostamos da coisa, acontece comigo na música, e com o Queen fica mais fácil ainda, parabéns mesmo.
    Apenas um toque, a palavra é Pantomima e não Pantomina, isso não muda em nada o trabalho, grande abraço e manda uma do Raulzito em Inglês aí,

    • Diego Autor

      Você tem razão, o correto é pantomima! Desculpe, este errinho passou batido quando fiz o post! Já está corrigido agora :D.

      Com certeza, com a música tudo fica mais fácil, principalmente quando gostamos da que estamos estudando!

      Ainda vou ver alguma do Raul em inglês, eu também adoro Raul. Toca Raul! hehe

      Um grande abraço!

  • edinaldo

    Olá Diego, estava procurando um blog como o seu há tempos. Adoro música mas tenho um pouco de preguiça de estudar inglês, mas com música é muito mais gostoso e o seu trabalho é fundamental. Move on, never give up!

    • Diego Autor

      Olá Edinaldo,

      Que bom que você encontrou o que você procurava! Fico muito feliz :D.

      Obrigado pela confiança no meu trabalho. Espero que você possa aprender bastante por aqui, já que você também adora aliar a música ao aprendizado do inglês!

      Felicidades e muito sucesso em seus estudos!

      Abraço.

  • Ricardo

    Amazing… Quando comecei a curtir musicas, Freddy já não existia mais.
    mas mesmo assim comecei a ouvir e curtir … e hoje qdo olho pra traz , me pergunto.
    como alguém pode continuar tocando e tocando nas rádios como se tivesse no auge do sucesso?
    hoje ha bandas que aparecem do nada e somem no nada.
    realmente Freddy Mecury é imortal… lamentável não te-lo no mundo… mas feliz por te-lo na alma.

    • Diego Autor

      Ricardo, concordo plenamente com você! Freddie Mercury é imortal, era um homem de muito talento, pra falar a verdade acho que foi um verdadeiro músico em sua essência, aquele que cantava como ninguém e demonstrava musicalidade e paixão pelo que fazia em cada um dos seus gestos no palco, enquanto interpretava canções. Dono de uma voz incrível e um carisma sem igual, é muito emocionante ver os shows do Queen, mesmo que através de vídeos. As pessoas que viveram sua juventude naquela época e puderam ver aquela banda com aquela lenda ao vivo podem se dizer pessoas de sorte! Infelizmente, nunca teremos essa oportunidade, mas podemos agradecer pelo que ele e seus companheiros nos deixaram: suas inesquecíveis canções.

      Um grande abraço!

  • Lúcia Rosso

    Oi Diego! Sou uma jovem senhora de 49 anos que está iniciando agora o estudo de Inglês.
    Como gosto muito de música, amei essas suas aulas, são realmente maravilhosas.
    Obrigada e continue.
    Um grande abraço!

    • Diego Autor

      Oi Lúcia!

      É um prazer recebê-la aqui no blog! Seja bem-vinda!

      Muito obrigado por ter gostado das dicas postadas aqui e espero te ver participando sempre que possível :D.

      Um grande abraço!

  • Rita Maria

    Olá Diego.!
    Primeiro quero dar a você meus parabéns pelo seu trabalho, o fato de explicar de forma tão minuciosa faz com que pessoas que como eu tem dificuldades em aprender inglês, consigam entender e aproveitar todo conteúdo exposto.
    Estou aprendendo com Rock por incentivo da minha querida filha Deborah.
    Obrigada.

    • Diego Autor

      Olá Rita!

      Muito obrigado, eu realmente procuro explorar detalhadamente todas as curiosidades com as quais podemos aprender. Fico muito feliz em saber que a forma com que eu explico nos posts consegue te ajudar a entender e a aprender com menos dificuldade. Sua filha tem muito bom gosto, gosta de rock hehe :D, obrigado à ela também por incentivá-la a aprender inglês!

      Um grande abraço!

  • Maysa

    Você me conquistou.
    Sou muuuito fã do Queen e do Freddie e amo essa música, ela tem mesmo umas “pegadinhas” de linguagem, mas é ótima pra quem quer aprender inglês e de quebra curtir uma ótima banda.

    • Diego Autor

      Hello, Maysa!

      Haha :D Obrigado!

      O Queen é uma banda que a gente não encontra palavras para descrever né, até porque nem precisa, é só ouvir as músicas que elas falam pela gente.

      Fico feliz que você tenha gostado muito da música e do post! Com certeza ainda teremos mais músicas do Queen por aqui!

      Um abraço!

  • Débora Roberta

    Uau, muito bom o site, este artigo me ajudou. Escolhi esta música pra apresentar na aula de inglês, para um trabalho que o professor pediu. Muito obrigado e parabéns pelo trabalho!

    • Diego Autor

      Muito obrigado, Débora, por ter curtido o site e pela escolha da música para o seu trabalho! É uma grande alegria para mim saber que meu post está servindo para te ajudar de alguma forma!

      Abraços! :D

  • Débora Roberta

    Dica de música: Livin’ on A Prayer – Bon Jovi. A letra é muito boa pra estudar porque é uma história =)

    • Diego Autor

      Valeu, Cláudio, mas já voltei atrás e estou novamente utilizando o tema anterior do blog devido ao novo ter causado dificuldades com algumas coisas. Então eu prefiro manter um tema com o qual eu já estou bastante familiarizado!

      Cheers!

  • Luan Carlos

    Há três anos faço cursinho; nisso, acabo sem tempo para estudar inglês, já que estudo espanhol. Agora, com mais tempo, estou estudando inglês, e o site ” Inglês com Rock ” tem me ajudado muito.
    Obrigado!
    Um adendo: existe uma crase em “à esses “. Não se usa crase antes de palavras masculinas.

  • Patricia Grossi

    Quanta generosidade esse trabalho! Muito obrigada por eternizar o significado do artista, da história, da sua obra no estudo dessa marcante canção!
    Muito, mas muito obrigada mesmo.