Aprendendo Com A Música: The Scientist – Coldplay

~ Tell me you love me, come back and haunt me, oh and I rush to the start ~

Música The Scientist Coldplay

Neste artigo aprenderemos algumas curiosidades de inglês com uma ótima canção do Coldplay: “The Scientist”. Essa música foi uma sugestão do leitor e professor de inglês Manoel Sávio. O Coldplay é uma banda britânica e foi fundada em 1996 na Inglaterra pelo vocalista Chris Martin e pelo guitarrista Johnny Buckland.

Curta a música, assista ao vídeo clipe que é sensacional e depois continue lendo para aprender um pouco mais com essa letra.

Vamos Curtir Um Som!

The Scientist
Coldplay

Come up to meet you, tell you I’m sorry
You don’t know how lovely you are

I had to find you
Tell you I need you
Tell you I set you apart

Tell me your secrets
And ask me your questions
Oh, let’s go back to the start

Running in circles
Coming up tails
Heads on a science apart

Nobody said it was easy
It’s such a shame for us to part
Nobody said it was easy
No one ever said it would be this hard

Oh, take me back to the start

I was just guessing
At numbers and figures
Pulling the puzzles apart

Questions of science
Science and progress
Don’t speak as loud as my heart

Tell me you love me
Come back and haunt me
Oh, and I rush to the start

Running in circles
Chasing our tails
Coming back as we are

Nobody said it was easy
Oh, it’s such a shame for us to part
Nobody said it was easy
No one ever said it would be so hard

I’m going back to the start

Vamos Estudar A Letra!

Esta música do Coldplay pode ser interpretada de várias formas. Mas, como podemos ver pelo vídeo, é basicamente sobre um homem que comete um grande erro, causando a separação dele e de sua amada. Ele continua vivendo e tentando entender o que aconteceu de errado, analisando todos os fatos racionalmente, como um cientista faz. Ele quer de qualquer maneira voltar ao que era antes e poder reviver seu relacionamento com a pessoa que ele ama. Perceba que o vídeo é rodado ao contrário e o homem (Chris Martin) tenta salvar sua amada de um acidente de carro. Na minha opinião, o vídeo clipe dessa música é genial e faz muito sentido. Mas vamos começar:

The Scientist (O Cientista)

Come up to meet you, tell you I’m sorry
You don’t know how lovely you are

Come up to meet you, tell you I’m sorry (Eu vim te encontrar, te dizer que sinto muito) / You don’t know how lovely you are (Você não sabe o quão amável você é).

Na primeira parte da música temos a frase come up to meet you. Come up tem como significados manifestar, aproximar. No caso desta frase, o significado correto de come up é aproximar. Outra palavra que podemos tirar algo interessante nessa mesma frase é a palavra meet. Como muita gente já pode saber, usamos meet quando conhecemos uma nova pessoa, geralmente dizendo nice to meet you. Nesse caso, o meet é usado com o significado de conhecer (nice to meet you = prazer em conhecê-lo / prazer em conhecê-la). Porém, o meet na frase come up to meet you tem outro significado: encontrar. Então, como o homem está voltando no tempo para encontrar sua amada e tentar salvá-la, podemos dizer que uma tradução bem adequada para a frase come up to meet you seria eu vim te encontrar.

Na frase seguinte, tell you I’m sorry, não temos segredos. A palavra tell tem como significados contar, dizer. I’m sorry pode ser traduzido como eu sinto muito, eu estou triste. Na maioria das vezes, I’m sorry é usado para dizer eu sinto muito, e na minha opinião é essa a melhor tradução para esse verso da música. Logo, tell you I’m sorry = te dizer que eu sinto muito.

I had to find you
Tell you I need you
Tell you I set you apart

I had to find you (Eu tive que encontrá-la) / Tell you I need you (Dizer que preciso de você) / Tell you I set you apart (Dizer que eu te deixei distante).

No segundo trechinho da música, temos uma palavra que aparece mais de uma vez ao longo dela, que é a palavra apart. Apart tem alguns significados diferentes, como por exemplo, de lado, distante, exceto, fora, separado, à parte, separadamente. Neste caso, a frase em que aparece a palavra apart é a frase tell you I set you apart. Para descobrirmos o melhor significado para a palavra apart aqui, devemos juntá-la ao verbo set, que vem antes dela na frase. Set apart, quando se referindo à uma pessoa, pode significar deixar alguém distante ou separado de alguém. Nesta parte da música, o homem lembra da necessidade que teve de ir ao encontro da amada dele, refletindo sobre o que aconteceu e de certo modo se sentindo culpado. Então, a melhor tradução que podemos aplicar para a frase tell you I set you apart é algo como dizer que te eu deixei de lado, ou então, dizer que eu te deixei distante, dizer que eu te distanciei, no sentido de que ele perdeu ela devido a um erro dele e agora não podem mais estar juntos.

Tell me your secrets
And ask me your questions
Oh, let’s go back to the start

Tell me your secrets (Me conte seus segredos) / And ask me your questions (E me perguntas suas dúvidas) / Oh, let’s go back to the start (Oh, vamos voltar para o começo).

Running in circles
Coming up tails
Heads on a science apart

Running in circles (Correndo em círculos) / Coming up tails (Atrás de nossos rabos) / Heads on a science apart (Cabeças em uma ciência distante).

No trecho acima, temos os versos running in circles e coming up tails, e deles podemos tirar uma curiosidade interessante. O verso running in circles traduzido ao pé da letra fica assim: correndo em círculos. Já o verso coming up tails, também sendo traduzido ao pé da letra, ficaria algo como chegando caudas ou aproximando caudas. Como podemos ver, o primeiro verso faz sentido quando traduzido normalmente, porém o segundo verso não faz sentido para nós. Então, assim como já fizemos nas outras músicas que estudamos, será necessário dar sentido à frase que não está fazendo sentido. Esses dois versos juntos, running in circles e coming up tails, na minha opinião, podem ser vistos como uma referência àquela brincadeira engraçada que os cachorros fazem às vezes, que é exatamente correr em círculos atrás de seus próprios rabos. Fazendo uma analogia dessa brincadeira dos cachorros com o que se passa na canção, é muito provável que o homem esteja se lembrando dos momentos divertidos que ele passava com sua amada e do quanto isso os deixava felizes, em um momento único, somente deles, dispersos do resto do mundo. Isso pode ser comprovado pelo verso seguinte, que diz heads on a science apart, ou cabeças em uma ciência distante. A “ciência distante” possivelmente era o momento especial de alegria e de amor, único, que eles dois viviam.

Sendo assim, podemos dizer que algumas traduções mais adequadas para os versos running in circles e coming up tails podem ser correndo em círculos e atrás de nossos rabos.

E a canção continua chegando em seu primeiro refrão:

Nobody said it was easy
It’s such a shame for us to part
Nobody said it was easy
No one ever said it would be this hard

Nobody said it was easy (Ninguém disse que era fácil) / It’s such a shame for us to part (É mesmo uma pena para nós nos separarmos) / Nobody said it was easy (Ninguém disse que era fácil) / No one ever said it would be this hard (Ninguém nunca disse que seria tão difícil).

Aqui no primeiro refrão vai uma dica: na frase no one ever said it would be this hard podemos aprender um pouco sobre o uso do this e seu significado nesse caso. Traduzindo no one ever said it would be this hard normalmente, temos algo como ninguém nunca disse que seria isso difícil. Essa tradução não fica boa, mas se dermos uma ligeira mudada nas posições das palavras seria e isso, obtemos uma tradução que faz mais sentido. Veja: ninguém nunca disse que isso seria difícil. Ok, ficou melhor, não ficou? Mas ainda não ficou tão bom! Para essa frase ficar perfeitamente traduzida, a melhor dica aqui é usar o this com outro significado que não seja isso ou isto. O this também pode ser usado para expressar a palavra tanto e é este o significado mais indicado para a frase no one ever said it would be this hard. Desse modo, podemos traduzir esta frase como ninguém nunca disse que seria tão difícil. Agora sim, ficou muito bom e condiz com os sentimentos do homem na canção, concorda?

Oh, take me back to the start

Oh, take me back to the start (Oh, me leve de volta ao começo).

Ainda no primeiro refrão podemos aprender mais algumas curiosidades. Na frase it’s such a shame for us to part, temos a palavra part, parecida com a palavra apart. Ambas as palavras, part e apart, possuem o mesmo significado na canção: separar. A palavra shame, que também está presente nesta frase do refrão, tem como significados vergonha, desonra, pena. Shame também pode significar envergonhar, do verbo to shame. It’s such a shame é uma expressão que pode ser usada para dizer que é mesmo uma pena, é realmente uma pena, ou então para dizer que é mesmo uma vergonha, é realmente uma vergonha. Porém, levando em conta o que se passa na música, devido ao homem ter perdido sua amada após um acontecimento ruim e estar se sentindo triste por causa disso, na minha opinião o significado mais correto para a expressão it’s such a shame na frase it’s such a shame for us to part é o que usamos para dizer é mesmo uma pena ou é realmente uma pena e não o que usamos para dizer que é uma vergonha. Afinal, se ele se sente triste pelo fato de não poder estar mais junto com a mulher amada, isso não é uma vergonha, e sim uma pena, algo lamentável.

E sobre o verbo take, aquele com vários possíveis significados, ele também está presente no refrão e a tradução correta para ele nesse caso é levar. Oh, take me back to the start = oh, me leve de volta para o começo.

E vamos para a próxima parte:

I was just guessing
At numbers and figures
Pulling the puzzles apart

I was just guessing (Eu só estava adivinhando) / At numbers and figures (Os números e figuras) / Pulling the puzzles apart (Dividindo os quebra-cabeças em várias partes).

Novamente temos a palavra apart na música, desta vez na frase pulling the puzzles apart. Nesta parte, para sabermos o significado correto da palavra apart, devemos ligá-la ao verbo do começo da frase que é o pull. Pull apart significa quebrar ou dividir algo em várias partes diferentes. Assim, a tradução correta da frase pulling the puzzles apart é dividindo os quebra-cabeças em várias partes ou separando os quebra-cabeças em várias partes.

Questions of science
Science and progress
Do not speak as loud as my heart

Questions of science (Questões de ciência) / Science and progress (Ciência e progresso) / Do not speak as loud as my heart (Não falam mais alto que o meu coração).

Nesta parte que acabamos de ver, podemos aprender um pouco sobre a palavrinha as. Na frase do not speak as loud as my heart a palavrinha as aparece duas vezes e em cada uma delas ela possui um significado diferente. A palavra as possui alguns significados como por exemplo: como, quanto, assim como, tão, tanto quanto, o pronome que, entre outros. Na primeira aparição, em do not speak as loud, o significado mais adequado para o as é o de algo relacionado com as palavras tão ou tanto quanto. Já na segunda aparição, em as my heart, o as pode ser usado como o pronome que ou então também com o significado quanto. Veja como poderia ficar bem traduzida esta frase de duas maneiras diferentes: do not speak as loud as my heart = não falam mais alto que o meu coração / não falam tão alto quanto o meu coração.

Tell me you love me
Come back and haunt me
Oh, and I rush to the start

Tell me you love (Diga que me ama) / Come back and haunt me (Volte e me assombre) / Oh, and I rush to the start (Oh, e eu corro para o começo).

Uma boa dica que pode ser dada aproveitando o verso come back and haunt me acima é sobre o significado de come back. Tenha cuidado sempre que vir o come back para não misturar suas possíveis traduções. A palavra back tem vários significados, e só para citar alguns, back pode significar costas, traseiro, atrás, de volta, para trás, no passado. Traduzindo come back bem ao pé da letra mesmo, temos algo como volte atrás. Neste verso, no entanto, come back significa simplesmente volte. Nada mais do que isso. Come back and haunt me = volte e me assombre.

Running in circles
Chasing our tails
Coming back as we are

Running in circles (Correndo em círculos) / Chasing our tails (Perseguindo nossos rabos) / Coming back as we are (Voltando a como nós somos).

O trecho acima é parecido com um trecho que tivemos antes do primeiro refrão da música em que vimos a frase coming up tails e conhecemos um pouco sobre sua tradução. Desta vez, temos a frase chasing our tails e esta é uma frase que não tem nada de complicado. A palavra chasing vem do verbo chase, que significa perseguir. Logo, chasing our tails = perseguindo nossos rabos.

Na frase seguinte, coming back as we are, novamente temos o come back significando voltar, porém agora no gerúndio. Assim, coming back significa voltando.

Outra palavrinha que vemos novamente na canção é o as e na frase coming back as we are ele pode ser mais corretamente usado das seguintes maneiras: coming back as we are = voltando a como nós somos / voltando ao que nós somos.

E chegamos agora ao final da canção, com seu último refrão:

Nobody said it was easy
Oh, it’s such a shame for us to part
Nobody said it was easy
No one ever said it would be so hard

Nobody said it was easy (Ninguém disse que era fácil) / It’s such a shame for us to part (É uma pena para nós nos separarmos) / Nobody said it was easy (Ninguém disse que era fácil) / No one ever said it would be so hard (Ninguém nunca disse que seria tão difícil).

I’m going back to the start

I’m going back to the start (Eu estou voltando para o começo).

Aqui no último refrão, mais uma dica: a frase no one ever said it would be so hard tem a mesma tradução que a frase semelhante do primeiro refrão, no one ever said it would be this hard, ou seja, ninguém nunca disse que seria tão difícil.

E para terminar, vamos falar um pouco sobre o I’m going back da última frase, I’m going back to the start. I’m going back significa eu estou voltando ou eu estou indo de volta e o going back é usado para dizer que alguém está fazendo algo ou indo fazer algo no presente. O uso do going back é diferente do uso do coming back. O coming back é usado para dizer que algo ou alguém está vindo, voltando. Lembre-se sempre disso: going back é usado no caso de alguém ir. Já o coming back é usado no caso de alguém vir. Portanto, fique atento com o uso dessas duas expressões.

Gostou Deste Artigo?

E aí, você gostou da música estudada neste artigo? Aproveite as novidades interessantes que você pôde aprender com esta bela canção do Coldplay e aprimore um pouco mais seu vocabulário de inglês. Deixe seu comentário abaixo!

Volte ao início do post e escute a música novamente. Cante junto e divirta-se!

Um grande abraço!

Take care :D.

img

37 Comentários

  1. Max

    Sugestões de músicas:
    U2 – One
    U2 – Beautiful Day
    U2 – Original of the Species
    Coldplay – Strawberry Swing
    Coldplay – Yellow Violet Hill
    Coldplay – Clocks
    Goo Goo Dolls – Iris
    Goo Goo Dolls – Black Baloon
    Green Day – Wake Me Up When September Ends
    Green Day – 21 Guns
    Snow Patrol – Open Your Eyes
    Snow Patrol – Run
    The Fray – Over My Head
    The Fray – Heartbeat
    OneRepublic – Say All I Need
    OneRepublic – Good Life
    The Killers – Human
    The Killers – The World We Live In
    The Verve – Bittersweet Symphony

    Responder
    1. Diego

      Olá Max, obrigado pelas sugestões!

      Eu só gostaria de pedir, por favor, que quando quiser enviar sugestões use o formulário de contato que está no menu “Contatos”, ok?

      Um grande abraço!

      Responder
    2. Rita

      Uau!!!! Adorei! Muito obrigado mesmo!
      Venho procurando algo como isso e só agora consegui encontrar e pela primeira vez cantar e entender juntamente com o cantor! Very Very Good!!!!
      Thank you.

      Responder
  2. Manoel Sávio

    Olá Diego,
    Gostei muito da apresentação dessa música do Coldplay. Eu já havia passado para meus alunos, mas do jeito que você postou aqui ficou muito melhor. Indiquei seu blog aos meus alunos de inglês. As explicações detalhadas que você sobre a tradução dos termos é muito útil. Parabéns! Ótimo trabalho.

    Responder
    1. Diego

      Olá Sávio,

      Obrigado! Eu me dedico a tentar fazer o meu melhor para explicar todos os termos interessantes contidos em cada música que publico aqui no site.

      Ficarei muito feliz caso meus artigos ajudem seus alunos de alguma forma!

      Cheers!

      Responder
    1. Diego

      Obrigado Leandro!

      Fico feliz que tenha gostado =D

      Um grande abraço!

      Responder
  3. cris silveira

    Oi Diego, parabéns pelo site… adorei… já virei sua fã e to me esforçando.

    Suas dias são ótimas!

    Responder
    1. Diego

      Oi Cris, obrigado!

      Seja bem-vinda!
      É um prazer poder ajudar =D

      Cheers and all the best!

      Responder
  4. Mirieli

    Olá Diego,

    No seguinte trecho da música temos o uso do “Nobody” e “No one”:

    “Nobody said it was easy
    No one ever said it would be this hard”

    Qual é a diferença no uso do “Nobody” e “No one”?

    Responder
    1. Diego

      Olá Mirieli,

      Esclarecendo sua dúvida, não há diferenças no uso do “nobody” ou do “no one”. As duas palavras tem o mesmo significado. Sendo assim, tanto faz utilizar um como o outro.

      Mas eu acredito que nesse caso foram usadas as duas formas apenas para que as frases se encaixassem corretamente no tempo da música.

      Espero poder ter te ajudado :D.

      Take care!

      Responder
  5. Suka

    Olá Diego…conheci seu blog ontem e gostei muito.
    Estou aprendendo ingles, no começo ainda, e gostei muito da ideia de aprender tbem por meio da música. Obrigada por sua dedicação e tempo, sei que nos nossos dias isso não é fácil. Um abração e um dia espero poder contribuir de alguma forma.

    Responder
    1. Diego

      Olá Suka,

      Muito obrigado pelo apoio! Realmente não é nada fácil tomar conta de um blog, mantê-lo interessante, atualizado e ainda ter que divulgar bastante, mas eu acho que quando algum projeto pode ajudar muitas pessoas de uma forma bacana, vale a pena o esforço.

      Quando quiser colaborar com o blog, fique a vontade pra entrar em contato e nós vemos o que podemos fazer, ok?

      Abraço!

      Responder
    1. Diego

      Oi Renata,

      Muito obrigado! Volte sempre =D

      Um grande abraço!

      Responder
  6. Roger

    Parabéns cara! Trabalho de qualidade extrema.
    Roger – Sinop MT

    Responder
  7. Quelia

    Diego estou amando o site!
    Parabéns pela iniciativa!
    Um grande abraço!

    Responder
    1. Diego

      Oi Quelia!

      Obrigado! É um prazer saber que você está curtindo o site!
      Desejo que você possa aprender bastante com o Inglês Com Rock e com as pessoas que participam aqui :D.

      Um grande abraço!

      Responder
  8. Jailma

    Diego muito bom a aula com o Scientist. É maravilhoso quando unimos o útil ao agradável: uma música que precisava voltar a ouvir e ao mesmo tempo aprender inglês com uma pessoa que ensina muito bem. Meus parabéns! Desejo sucesso e muita motivação pra continuar com este projeto!

    Abraço.

    Responder
    1. Diego

      Oi Jailma, muito obrigado pelo seu comentário super simpático :D.

      Com certeza, unir uma boa música com inglês resulta em uma maneira muito gostosa de aprender. Obrigado pelo elogio e pelos votos de sucesso e motivação!

      Vou me esforçar para manter o conteúdo do site sempre com um excelente nível!

      Um grande abraço!

      Responder
  9. Carlos

    Na parte ‘Coming up tails / Heads on a science apart’
    Eu me lembrei que “heads or tails” é a versão em inglês do nosso ”cara ou coroa” quando jogamos moeda para decidir a sorte.
    Será que a letra quis fazer um jogo de palavras com essa expressão?

    P.S.: Conheci o site hoje e adorei a iniciativa. Inglês é ótimo, rock nem se fala. Os dois juntos então!

    Responder
    1. Diego

      Olá Carlos!

      Eu não sei se eles quiseram fazer um jogo de palavras nessa parte que você citou, mas na minha opinião pessoal eu acredito que não. Anyway, obrigado por levantar essa questão (pode ser que você esteja certo, vai saber! Hehe :D.)

      Fico feliz que tenha encontrado nosso site e que tenha curtido! Obrigado! Inglês com rock é senasacional!

      Um grande abraço!

      Responder
  10. Neiza

    Hi!! Just saw your musics…. awesome!!!!
    I would like to see The Beatles, Elvis presley…. Would it be possible?

    big hug!!!!

    Responder
    1. Diego

      Hi, Neiza!

      I already have a lot of music suggestions, but I will try to do some posts with Beatles and Elvis songs in the future, ok?

      Thank you!

      A big hug!

      Responder
    1. Diego

      Valeu, Danielle! Eu é que te agradeço :D

      Um grande abraço!

      Responder
  11. Rosielle

    Fantástico!!
    Como não te encontrei antes kkkkk

    Parabéns pelo trabalho!!!

    Responder

  12. Diego!
    Primeiramente, gostaria de te parabenizar pelo incrível blog e livro; resumo em apenas uma palavra: amei!
    Não há como descrever, e gostaria de compartilhar que, assim como você eu também nunca fiz curso e aprendi apenas com a música; a banda que mais me ajudou neste processo e que até hoje me ajuda é Coldplay. AMO Coldplay!
    Não vivo sem aquela voz do Chris!
    hahahaha!!!!
    E quero dizer que, SIM, é possivel aprender inglês com músicas!!!!
    Fui fazer meu teste de nivelamento numa escola de idiomas hoje, e para isso, respondi uma prova pela internet (sem colar, claro) e fiz uma prova oral hoje, uma conversação que durou cerca de 30 min, e nesta escola existem os níveis: básico, intermediário, pós-intermediário e avançado, e cada um tem suas subdivisões. Sabe em que nível eu estou sem ter feito nenhum curso?
    No 4 nível do pós-intermediário (o último nível do pós-intermediário), ou seja, meu inglês é quase avançado. A professora que fez a prova adorou e ficou impressionada com a minha performance pelo fato de eu ter dito que nunca fiz um curso (e é verdade), e ela me parabenizou… Nesta escola de inglês, caso alguém vá começar, eles passam 6 ANOS estudando. Sabe quanto tempo falta pra eu ser uma completa fluente em inglês (caso eu entrasse no curso? 2 ANOS e meio). Eu sou quase “avançada” e só tenho que agradecer isso a mim e a música! Foi com ela que hoje eu sei muito sobre o inglês. AMO música! Eu faço justamente isso que você sugeriu, desde os meus 5 anos ja escutava música internacional e tentava cantar igual!
    Por isso pessoal, vale muuito a pena investir na tradução de músicas e cantá-las, isso verdadeiramente funciona!
    E só para concluir, a professora da escola de idiomas olhou pra mim e disse que eu já poderia fazer um intercâmbio se eu quisesse, apenas com toda essa base que a música me deu!
    Por isso, escute música!!
    E mais uma vez, parabéns Diego por todo o trabalho!

    Responder
    1. Diego

      Oi, Larissa!

      Primeiramente, muito obrigado pelas suas palavras! Fico muito feliz em saber o quanto você gostou do meu blog e se identificou com a proposta que ele apresenta de aprender inglês com música, se divertindo e sem precisar ficar perdendo tempo em escolas de idiomas, que em sua maioria, tentam ensinar o idioma da maneira mais difícil para as pessoas.

      Muito legal sua história também e saber como a música te ajudou tanto ao longo dos anos!

      Graças a sempre ter tido muito contato com músicas em inglês, eu tenho bastante facilidade para entender o que ouço (claro que nem sempre!) e aprendi a pronúncia correta das palavras prestando atenção ao modo como elas são cantadas. Tenho certeza que aconteceu e acontece ainda o mesmo com você! É muito simples e muito legal isso, e com certeza as pessoas precisam inserir a música no processo de aprendizagem do inglês.

      Parabéns por ter se saído muito bem no teste que você fez! Continue assim, aprendendo inglês com música, dedicação e bastante entusiasmo que você vai longe!

      Bjos!

      Responder

      1. Muito obrigada!
        E mais uma vez, PARABÉNS pelo blog!
        Pode ter certeza que você já conseguiu uma leitora, e que eu tbm irei compartilhar com outras pessoas o seu blog!
        Amei!!!!
        Parabéns e sucesso sempre!!!!
        Bjos!!!!

        Responder
        1. Diego

          Muito obrigado você também, Larissa! :D

          Eu agradeço demais seu apoio e por saber que poderei contar com você para novas pessoas descobrirem meu blog!

          Bjos!

          Responder
  13. Heleno

    Parabéns pelo trabalho. Usarei essas dicas em um trabalho escolar sobre essa música. :D

    Responder
  14. Junior

    Cara, não bastasse seu site ser sensacional, vc ainda é muito atencioso, parabéns isso é raro de se ver nos dias de hoje, ainda mais sem interesses financeiros escusos, te confesso que nunca li mensagens na integra de um mural qualquer que fosse na web, mas o seu eu li completamente, a assim como todos os outros, lhe parabenizo pela iniciativa, pelo bom gosto musical (que na minha opinião é o melhor rs), e como a amiga lá atrás falou… Beatles e Elvis seria uma boa mesmo, parabéns, atitude espirituosa essa sua!

    Thank you

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>