Aprendendo Com A Música: Jeremy – Pearl Jam 57


~ Clearly I remember, pickin’ on the boy – seemed a harmless little fuck ~

Música Jeremy Pearl Jam

Atendendo aos pedidos de alguns leitores que desejavam ver o Pearl Jam aqui no Inglês Com Rock, hoje aprenderemos com uma das melhores e mais clássicas canções da banda: “Jeremy”. Essa canção está presente no álbum de estréia da banda chamado “Ten”, de 1991.

O Pearl Jam é uma banda norte-americana de rock alternativo, formada em 1990 na cidade de Seattle, Washington. A banda fez parte do famoso movimento denominado “grunge” e se destacou em meio à outras bandas muito famosas daquela época, como o Nirvana, o Alice In Chains e o Soundgarden. O Pearl Jam é considerado uma das bandas mais influentes de sua época.

A música “Jeremy” é baseada em duas histórias reais. Para que você possa entender melhor a história por trás dessa canção, eu recomendo a leitura sobre a letra da música Jeremy que pode ser encontrada no site Wikipedia, que é muito interessante. A explicação detalhada você pode encontrar no tópico 3. Letra.

Então agora curta a música que é muito boa e depois continue lendo para aprender com ela!

Bom divertimento e bons estudos!

Vamos Curtir Um Som!

Jeremy
Pearl Jam

At home
Drawing pictures
Of mountain tops
With him on top
Lemon yellow sun
Arms raised in a V
The dead lay in pools of maroon below

Daddy didn’t give attention
To the fact that mommy didn’t care
King Jeremy the wicked
Ruled his world

Jeremy spoke in class today
Jeremy spoke in class today

Clearly I remember
Pickin’ on the boy
Seemed a harmless little fuck
Oh, but we unleashed a lion
Gnashed his teeth
And bit the recess lady’s breast
How could I forget?
And he hit me with a surprise left
My jaw left hurtin’
Oh, dropped wide open
Just like the day
Like the day I heard

Daddy didn’t give affection
And the boy was something that mommy wouldn’t wear
King Jeremy the wicked
Ruled his world

Jeremy spoke in class today
Jeremy spoke in class today
Jeremy spoke in class today

Try to forget this… (try to forget this)
Try to erase this… (try to erase this)
From the blackboard

Jeremy spoke in class today
Jeremy spoke in class today
Jeremy spoke in, spoke in
Jeremy spoke in, spoke in
Jeremy spoke in class today

Vamos Estudar A Letra!

Jeremy (Jeremias)

Começando pelo título da canção que leva o nome do garoto sobre o qual a letra conta a sua história, Jeremy é obviamente um nome que se traduzirmos para o português ficará como Jeremias. No decorrer da análise da letra manterei o nome em inglês mesmo, ok?

Então vamos para o primeiro trecho:

At home
Drawing pictures
Of mountain tops
With him on top
Lemon yellow sun
Arms raised in a V
The dead lay in pools of maroon below

At home (Em casa) / Drawing pictures (Desenhando figuras) / Of mountain tops (De topos de montanhas) / With him on top (Com ele no topo) / Lemon yellow sun (Sol amarelo limão) / Arms raised in a V (Braços erguidos em V) / The dead lay in pools of maroon below (Os mortos estendidos em poças de cor marrom embaixo deles).

Nesta primeira parte da canção podemos aprender um pouco sobre as preposições at, on e in que aparecem em alguns versos. A preposição at, que aparece no verso at home está sendo usada para indicar um ponto, um local. Neste caso, at home significa em casa.

A preposição on, que aparece no verso with him on top, está sendo usada para indicar uma superfície na qual a pessoa está. Logo, with him on top significa com ele no topo.

Já a preposição in, que aparece nos versos arms raised in a V e the dead lay in pools of maroon below, está sendo usada para indicar que algo está em forma de alguma coisa e também que algo está dentro de algum lugar. Sendo assim, arms raised in a V significa braços erguidos em V e the dead lay in pools of maroon below significa os mortos estendidos em poças de cor marrom embaixo deles.

Para que você possa compreender um pouco melhor sobre este assunto, eu recomendo a você a leitura de um ótimo artigo sobre essas preposições publicado no blog Tecla SAP pelo autor Ulisses Wehby de Carvalho, onde ele explica sobre as diferenças e quando devemos usar cada uma delas.

Ainda na primeira parte, apenas um toque sobre o último verso. Se traduzirmos normalmente the dead lay in pools of maroon below podemos obter uma tradução mais ou menos assim: os mortos estendidos em poças de cor marrom por baixo. Não fica uma tradução excelente, mas também não está ruim. A palavra lay tem vários significados diferentes mas o que se aplica aqui neste caso é estender, colocar, enterrar. A palavra maroon também tem alguns significados diferentes, entre eles, abandonar em uma ilha deserta, escravo fugitivo, isolar sem recursos e também a cor marrom. Neste verso, maroon significa a cor marrom. Como o verso quer dizer que os corpos dos mortos estão sobre as poças de cor marrom, podemos acrescentar na tradução a palavra deles depois da palavra em baixo ou por baixo, apenas para dar mais sentido à frase. Veja: the dead lay in pools of maroon below = os mortos estendidos em poças de cor marrom em baixo deles / os mortos estendidos em poças de cor marrom por baixo deles.

Daddy didn’t give attention
To the fact that mommy didn’t care
King Jeremy the wicked
Ruled his world

Daddy didn’t give attention (Papai não dava atenção) / To the fact that mommy didn’t care (Ao fato de que mamãe não se importava) / King Jeremy the wicked (Rei Jeremy, o malvado) / Ruled his world (Governou seu mundo).

No trecho acima, temos a contração didn’t que é o mesmo que did not. Essa contração tem a função de auxiliar do passado. É preciso prestar atenção às frases em que didn’t aparece, como nos versos daddy didn’t give attention e to the fact that mommy didn’t care. Repare que os verbos nesses versos não estão no passado e sim no presente e são precedidos do didn’t. Quando o didn’t é usado, o verbo principal da frase deve ser mantido em sua forma original. Então, as traduções corretas dessas frases são: daddy didn’t give attention = papai não dava atenção / to the fact that mommy didn’t care = ao fato de que mamãe não se importava.

A palavra wicked que aparece no verso King Jeremy the wicked tem como significados malvado, perverso, cruel, pessoa má por natureza. Logo, King Jeremy the wicked = rei Jeremy, o malvado / rei Jeremy, o perverso / rei Jeremy, o cruel.

E a canção chega ao seu simples refrão, que não contém nenhum mistério:

Jeremy spoke in class today
Jeremy spoke in class today

Jeremy spoke in class today (Jeremy falou na aula hoje) / Jeremy spoke in class today (Jeremy falou na aula hoje).

E segue para sua segunda parte assim:

Clearly I remember
Pickin’ on the boy
Seemed a harmless little fuck
Oh, but we unleashed a lion
Gnashed his teeth
And bit the recess lady’s breast
How could I forget?
And he hit me with a surprise left
My jaw left hurtin’
Oh, dropped wide open
Just like the day
Like the day I heard

Clearly I remember (Eu me lembro claramente) / Pickin’ on the boy (Provocando o garoto) / Seemed a harmless little fuck (Parecia um pobre coitado) / Oh, but we unleashed a lion (Oh, mas nós libertamos um leão) / Gnashed his teeth (Que rangeu seus dentes) / And bit the recess lady’s breast (E mordeu os seios da garota no intervalo) / How could I forget? (Como eu poderia esquecer?) / And he hit me with a surprise left (E ele me acertou com um esquerdo de surpresa) / My jaw left hurtin’ (Meu maxilar ficou machucado) / Oh, dropped wide open (Oh, deslocado e bem aberto) / Just like the day (Assim como no dia) / Like the day I heard (Como no dia em que eu ouvi).

Este trecho acima é muito interessante e misterioso. Lendo ele, temos a sensação de que o narrador da história da música estava observando tudo o que o menino Jeremy sofria, muito provavelmente na escola, pelos outros alunos, e que ele também acabou sendo atingido pela ira do garoto.

No segundo verso deste trecho, temos a palavra pickin’ em pickin’ on the boy. Pick on é uma expressão que tem como significados mais comuns provocar, ridicularizar alguém, agredir alguém verbalmente. Sendo assim, a tradução correta de pickin’ on the boy é provocando o garoto ou também ridicularizando o garoto.

No verso seguinte, seemed a harmless little fuck, temos mais curiosidades. A palavra harmless é usada para denotar algo ou alguém incapaz de oferecer perigo, inofensivo. Já little fuck pode significar uma pessoa delicada, bonita e às vezes desagradável, geralmente tudo isso ao mesmo tempo. Com base nisso, algumas boas traduções que podemos aplicar à seemed a harmless little fuck são: parecia um pobre coitado / parecia um coitado inofensivo.

Logo após, temos dois versos e um deles é o mais complicado de entender dessa música: gnashed his teeth e and bit the recess lady’s breast. A expressão gnash teeth significa ranger os dentes uns contra os outros, geralmente com raiva. Portanto, nesse verso não temos nenhum segredo. Gnashed his teeth = rangeu seus dentes. A frase seguinte é a frase de mais difícil interpretação desta canção e ela pode ficar aberta a algumas interpretações diferentes. Em and bit the recess lady’s breast, a palavra recess pode ter mais de um significado e não é possível afirmar ao certo qual foi o sentido que o autor da letra quis dar à essa frase. Recess tem como um dos seus significados mais comuns o intervalo entre as aulas da escola, onde os alunos saem para brincar e lanchar. O famoso recreio. Na minha opinião, a interpretação que mais faz sentido aqui é de fato essa. A palavra bit, que vem antes de recess no verso, é o passado de bite, que é equivalente ao nosso verbo morder. A palavra lady geralmente é usada para se referir à uma dama, à uma mulher por quem se tem muito respeito e admiração, à uma mulher pela qual seu caráter é admirado. Lady também é usado para se referir à uma mulher pela qual não se sabe o nome. Nessa parte da canção, muito provavelmente, o autor pode estar se referindo à alguma garota da escola bastante admirada, e possivelmente ele não sabia o nome dela. É difícil interpretar esta parte, mas essa é uma possibilidade. Vamos ver como este trecho pode ficar bem adequadamente traduzido: and bit the recess lady’s breast = e mordeu os seios da garota no intervalo / e mordeu os seios da garota no recreio.

Na próxima parte dessa estrofe da canção, temos a palavra left aparecendo duas vezes e em cada uma das vezes ela possui um significado diferente. Na primeira frase, and he hit me with a suprise left, a palavra left significa esquerdo. And he hit me with a surprise left = e ele me acertou com um esquerdo de surpresa. O esquerdo nesse caso certamente se refere à um soco ou algo do tipo. Na segunda frase, my jaw left hurtin’, a palavra left tem a função de expressar o passado do verbo leave, que tem como melhor significado para este verso o nosso verbo deixar, ficar. A palavrinha jaw tem como significados maxilar, mandíbula e também boca. Já a última palavra do verso, hurtin’, é o mesmo que hurting, e pode ser escrita abreviada com um apóstrofo no final ao invés de ing, exatamente como ocorre no verso em questão. É muito comum encontrar palavras em letras de músicas que normalmente se escreve com ing no final mas que foram usadas com um apóstrofo. Apenas tenha em mente que tanto a forma escrita com ing quanto a forma escrita com um apóstrofo são corretas, ok? E ainda falando sobre a palavra hurting, podemos aprender mais uma interessante curiosidade: o verbo hurt tem como significados mais comuns machucar, ferir, doer, magoar. Este é um verbo que, se formos utilizar no passado, não podemos escrever como a maioria dos outros verbos em inglês, que terminam com ed no final. Em outras palavras, a forma hurted não existe. A forma correta do verbo hurt no passado é hurting. Sabendo dessas informações, a tradução correta do verso my jaw left hurtin’ é: meu maxilar ficou machucado / meu maxilar ficou ferido.

Continuando, em seguida temos a frase oh, dropped wide open. O verbo drop tem vários significados diferentes, e os que mais se aplicam corretamente aqui são soltar, desprender-se. A expressão wide open é usada para se referir à algo muito aberto, amplamente aberto, totalmente aberto, completamente aberto. Traduzindo dropped wide open normalmente temos algo como solto bem aberto. Essa tradução não está tão boa e podemos melhorá-la. Como o narrador da história diz ter levado um soco de esquerda do garoto Jeremy e seu maxilar ficou muito machucado, podemos dizer que seu maxilar ficou deslocado ao invés de solto. Dizer que o maxilar está deslocado soa melhor para nós do que dizer que o maxilar está solto. Desse modo, podemos aplicar uma tradução bem adequada para esse verso da seguinte maneira: oh, dropped wide open = oh, deslocado e bem aberto / oh, deslocado e muito aberto / oh, deslocado e completamente aberto.

Para terminar esta segunda parte da música temos as frases just like the day e like the day I heard. A palavra just possui vários significados e no primeiro verso ela está acompanhada da palavra like, formando a expressão just like. A palavra like aqui tem como seu significado a palavra como. Você pode aprender alguns outros significados de like lendo o artigo Aprendendo Com A Música: I Don’t Wanna Miss A Thing – Aerosmith. A expressão just like significa assim como. Se traduzirmos o primeiro verso ao pé da letra, temos algo como assim como o dia. Apesar da frase ser escrita como just like the day, a tradução correta para ela é assim como no dia. Assim como o dia = forma incorreta / assim como no dia = forma correta. O mesmo ocorre no segundo verso, like the day I heard. Como o dia em que eu ouvi = forma incorreta / como no dia em que eu ouvi = forma correta.

E a música prossegue:

Daddy didn’t give affection
And the boy was something that mommy wouldn’t wear
King Jeremy the wicked
Ruled his world

Daddy didn’t give affection (Papai não dava carinho) / And the boy was something that mommy wouldn’t wear (E o garoto era algo que mamãe não aceitaria) / King Jeremy the wicked (Rei Jeremy, o malvado) / Ruled his world (Governou seu mundo).

Na primeira frase do trecho acima temos a palavra daddy em daddy didn’t give affection. A palavra daddy é usada para se referir a um pai, mas de forma mais carinhosa, geralmente usada por crianças. A tradução de daddy é papai. Na frase seguinte temos a palavra mommy, que é o mesmo caso que daddy, porém desta vez, sendo usada para se referir à uma mãe. Sendo assim, a tradução de mommy é mamãe. Voltando à primeira frase, podemos aprender um pouco sobre a palavra affection. Affection tem como significados carinho, afeto, amor. Veja algumas traduções possíveis para a frase: daddy didn’t give affection = papai não dava carinho / papai não dava afeto / papai não dava amor.

Na segunda frase desse trecho temos a contração wouldn’t. Wouldn’t é o mesmo que would not e é usada para expressar a ideia de que alguém não quis algo, se recusou. Porém, aqui nesse caso, essa contração quer transmitir a ideia de que uma pessoa não faria algo. Para entendermos isso, vamos aprender um pouco sobre o verbo wear, que aparece logo após o wouldn’t. O verbo wear tem alguns significados diferentes, entre eles os mais conhecidos são vestir, experimentar (roupas, jóias, etc.). Entretanto, o verbo wear também pode significar aceitar alguma coisa que alguém diz ou faz. E é esse o significado correto de wear no verso and the boy was something that mommy wouldn’t wear. Jeremy provavelmente era um menino mau por não receber carinho de seus próprios pais e a mãe dele não aceitava as coisas que ele fazia. Vamos ver então qual seria a tradução correta desse verso: and the boy was something that mommy wouldn’t wear = e o garoto era algo que mamãe não aceitaria.

E chegamos novamente ao refrão:

Jeremy spoke in class today
Jeremy spoke in class today
Jeremy spoke in class today

Jeremy spoke in class today (Jeremy falou na aula hoje) / Jeremy spoke in class today (Jeremy falou na aula hoje) / Jeremy spoke in class today (Jeremy falou na aula hoje).

E a canção caminha para seu final, que é bem simples, sem segredos:

Try to forget this… (try to forget this)
Try to erase this… (try to erase this)
From the blackboard

Try to forget this… [try to forget this] (Tente esquecer isso… [tente esquecer isso]) / Try to erase this…[try to erase this] (Tente apagar isso… [tente apagar isso]) / From the blackboard (Do quadro-negro).

Jeremy spoke in class today
Jeremy spoke in class today
Jeremy spoke in, spoke in
Jeremy spoke in, spoke in
Jeremy spoke in class today

Jeremy spoke in class today (Jeremy falou na aula hoje) / Jeremy spoke in class today (Jeremy falou na aula hoje) / Jeremy spoke in, spoke in (Jeremy falou, falou) / Jeremy spoke in, spoke in (Jeremy falou, falou) / Jeremy spoke in class today (Jeremy falou na aula hoje).

Speak In Class Today!

Chegamos ao final de mais um artigo e agora é a sua vez de falar na aula hoje :D.

Você conseguiu aprender novidades de inglês com a história de Jeremy?

Deixe um comentário abaixo se você tiver algo a dizer ou se você tiver ficado com alguma dúvida. Eu com certeza te responderei e adoraria ver sua mensagem por aqui.

Cante junto com a música, treine seu listening e aumente seu vocabulário. Evolua seu inglês!

Um forte abraço e até a próxima música!

img


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

57 thoughts on “Aprendendo Com A Música: Jeremy – Pearl Jam

  • Leôncio Neto.

    Diego,

    Mais uma vez obrigado pelo esforço e carinho em colocar essas atividades para o desenvolvimento do inglês. Está me ajudando muito no meu aprendizado.

    Thank you and God bless you!

    • Diego Autor

      Olá Leôncio,

      Muito obrigado! Pode apostar que estou me esforçando para levar a vocês o melhor conteúdo que eu conseguir e não qualquer conteúdo.
      Fico muito feliz em poder estar te ajudando com os posts que escrevo!

      Thanks and God bless you too!

  • Maria Helena

    Musica facil para ser trabalhada com os alunos. Adoro Pearl Jam.
    Muito Obrigada, valeu a dica e o auxílio com tradução e gramática.

    • Diego Autor

      Eu também adoro Pearl Jam e essa música apesar de ser até bem simples, tem algumas coisas bem interessantes para aprender.

      Eu é que te agradeço pela visita e pelo comentário!
      Continuarei me esforçando para oferecer uma boa ajuda a todos.

      Abraço!

  • Manoel Sávio

    Olá Diego. Gostei muito dessa música. Eu não conhecia essa história dos garotos que se mataram. Lembram-nos a tragédia do Realengo aqui no Brasil e outros casos nos EUA. A letra é boa e fácil de compreender. Vou usar essa também com meus alunos. Você está apresentando um ótimo repertório aqui no seu blog. Parabéns, amigo.

    • Diego Autor

      Olá Sávio!

      A história por trás dessa música lembra mesmo vários casos parecidos que já aconteceram pelo mundo (que não foram poucos, infelizmente).
      Fico na torcida para que seus alunos gostem da aula que você preparar com “Jeremy”.

      Muito obrigado pelo elogio quanto ao repertório das músicas do blog. Eu estou tentando selecionar as melhores músicas que existem, tanto em letra quanto em melodia para formar uma combinação agradável e divertida.

      Abraços!

    • Diego Autor

      Oi Verginia!

      Obrigado pelo comentário!
      Continue treinando seu listening pois esse é um dos fundamentos principais do aprendizado do inglês.

      Um grande abraço!

  • Marcos Castro

    Hi, muito bom! Parece meio besta mas eu achei que “Spoke” era assustar ;P
    Até a próxima, espero que seja The Scorpions, rsrsrsrrssr.

    • Diego Autor

      Obrigado Marcos!

      Não posso dizer qual vai ser a próxima, tenho que fazer suspense hehehe :D Ainda não vai ser Scorpions mas já está entre as bandas pedidas.

      Um grande abraço!

  • Evandro

    Cara, muito bom, estou desenvolvendo mais rapido meu inglês. Comentei com meu professor e ele disse que já conhece seu trabalho e incentivou-me a continuar. Quem sabe um pouco de “U2″. Valeu, abraços.

    • Diego Autor

      Olá Evandro!

      Muito bom também é poder saber que estou contribuindo para a melhora do seu inglês e de muitas outras pessoas. Fico muito feliz por seu professor também acompanhar meu blog e espero que você também esteja sempre por aqui!

      Ah, e com certeza ainda vai ter U2. Não tem como não ter U2 hehehe :D. Só tenha um pouco de paciência, please.

      Abraço!

  • Neiva

    Sure, I really think it was a good choice.This song seems to be very interesing to be studied in class with students. next days I’ll work it in my high school classes.
    Thank you and congratulations for the good explanations!!!!!

    • Diego Autor

      Oi Neiva, obrigado pelo comentário!

      Desejo sucesso na sua aula com essa música, caso você a utilize!
      Um forte abraço e um ótimo feriado pra você =D

  • Ronaldo

    Belo trabalho. Estou com dúvida nas contrações das palavras WOULD NOT e DID NOT, ainda não sei traduzí-las muito bem. Queria tirar uma dúvida da frase: DROP THAT GET UP. Essa frase é da música BLACKBIRDS do Linkin Park, agradeço se puder me ajudar.

    • Diego Autor

      Olá Ronaldo, obrigado!

      Sobre as contrações Would Not e Did Not, há uma explicação neste artigo mesmo, você leu?

      Quanto à sua dúvida sobre a frase “Drop that get up” da música do Linkin Park, estive olhando a letra e tenho certeza de que a tradução é “Largue isso / pare com isso, levante-se”.

      Drop that = Largue isso, pare com isso
      Get up = levante-se

      Espero ter ajudado!
      Abraço!

  • Ronaldo

    :’) Obrigado pela ajuda. Eu tentei traduzí-la e deixei +- assim: DROP THAT GET UP = deixe aquilo se levantar / TAKE TO THE STREETS = leve para as ruas. É o que eu entendo, não sei se é o correto. Me diga se estiver errado. Thank you for everything.

    • Diego Autor

      Está correto em partes Ronaldo. É claro que tudo depende também da interpretação que você dá à música. A primeira frase, por exemplo, você pode traduzir como você traduziu, mas a segunda, na minha opinião, ficaria como “vá para as ruas”. Esses dois primeiros versos me parecem ser tipo uma chamada que está sendo feita à uma pessoa. Algo como: “Largue isso / deixe disso” e “Vá para as ruas”, ou seja, uma mensagem do tipo “não fique aí parado, faça alguma coisa”.

      Abraço!

  • Ronaldo

    Hello Diego, aqui de novo estou com dúvida, dessa vez é na frase “THE CLOCK TICKS LIFE AWAY” (In The End) do Linkin Park (sou muito fã) eu vou chutar como: O RELÓGIO TOCA A DISTÂNCIA DA VIDA. Bom, é isso, valeu se me ajudar obrigado. See you later.

    • Diego Autor

      Hello Ronaldo!

      Na frase “The clock ticks life away” temos a expressão “tick away”, que significa algo como “passar como os tique-taques do relógio”. A tradução que você deu faz sentido e na minha opinião está boa sim. Eu acredito que também se poderia traduzir como “o relógio marca a caminhada da vida” ou algo do tipo. A ideia transmitida nessa frase é que o tempo dita o rumo de todas as coisas, enfim, da vida.

      As músicas do Linkin Park tem expressões muito interessantes. Futuramente vou publicar mais músicas deles.

      Abraço!

  • Ronaldo

    Ótimo o seu trabalho, espero aprender mais com o que eu leio aqui no blog. Eu estudo inglês sozinho e é muito bom aprender com você. Bye d”b

    • Diego Autor

      Muito obrigado Ronaldo, espero que você continue aprendendo bastante com os artigos que eu publico.

      Fico muito feliz em saber que minha ajuda está sendo boa para você :D.

      Bye!

  • Ronaldo

    thank you for help. Minha tradução vai ficar muito melhor agora apesar de na minha opinião ser uma música de difícil tradução pra mim. Espero ver essa música quem sabe da próxima vez aí. d–b

    • Diego Autor

      Imagina Ronaldo, é um prazer ajudar!

      E você tem razão: essa e outras músicas do Linkin Park são difíceis de se traduzir. Eles usam várias expressões que não se vê muito serem usadas. Mais pra frente teremos sim mais músicas do Linkin Park por aqui.

      Abraço!

  • Kleber

    Excelente Diego. Só hoje consegui ler a aula com a música do Pearl Jam (que curto demais), mas como sempre, tá de parabéns. Valeu!

  • Thaís

    Olá Diego,

    Achei muito boa a explicação da música, parabéns. Só fiquei em dúvida sobre a forma do verbo hurt no passado. Não é hurt também?

    • Diego Autor

      Olá Thaís, muito obrigado!

      Sobre a sua dúvida, o verbo “hurt” também pode ser “hurt” mesmo no passado, mas depende do tempo verbal que está sendo empregado. No caso da frase “my jaw left hurtin'” não ficaria correto colocar “hurt”. Um exemplo de frase onde ficaria correto seria: “my jaw had hurt”.

      O verbo “hurt” faz parte dos chamados verbos irregulares, por isso é um pouco mais fácil de confundir quando se usa uma conjugação e quando se usa outra. Espero ter ajudado um pouco!

      Abraços!

  • ricardo

    Diego,

    Curto muito essa música e com o meu inglês ainda meia boca não sabia do que se tratava a letra.
    Muito boa sua tradução, aompanhada de regras gramaticais.
    Estou sempre acompanhando seu site.
    Grande abraço e obrigado!

    Ricardo

    • Diego Autor

      Eu é que te agradeço Ricardo!

      Obrigado por acompanhar o Inglês Com Rock!

      O curioso é que eu mesmo acabo aprendendo do que se tratam certas músicas enquanto estou fazendo os posts. Logicamente, sempre existem algumas que a gente já sabe mais ou menos sobre o que elas falam, mas tem outras que não. E é interessante isso, porque vai além de simplesmente saber a tradução da letra. A gente percebe a mensagem que existe na música e ainda aprende inglês junto.

      Um grande abraço pra você também!

      Take care!

  • ANTONIA

    Diego, por favor, gostaria de receber músicas para quem está começando a aprender inglês, talvez mais fáceis. Me disseram que as músicas do John Lennon são muito válidas. É possivel receber? Agradeço muito se for possível… Obrigado e Deus abençõe a sua ajuda e sua equipe.

    Antonia.

    • Diego Autor

      Oi Antonia!

      Infelizmente não é possível eu te enviar estudos de músicas pois preciso escrever os artigos para o blog, além de divulgá-los e escrever artigos também para outros sites. Então, o tempo realmente é bem curto! Mas acompanhe cada post aqui do Inglês Com Rock que você conseguirá ir aprendendo algumas coisas. Eu não sei dizer se as músicas do John Lennon são todas fáceis, o que eu recomendo é que você procure músicas que tenham letras bastante simples. Letras pequenas e bem simples são mais fáceis para começar!

      Espero que isso possa te ajudar um pouco!

      Obrigado pelo apoio e pelas suas palavras super simpáticas :D.

      Um grande abraço!

  • Michael

    Cara simplesmente tenho que te parabenizar por esse blog, muito bom mesmo, você conseguiu juntar duas coisas magnificas que é o rock e o inglês ainda mais para o aprendizado *-*
    Só tenho mesmo a elogiar e agradecer por ter alguém de boa vontade para ensinar um novo idioma, de forma clara e também prazerosa… parabéns Diego
    um forte abraço e tudo de bom para ti :)
    fiquei fã do blog ^^

    • Diego Autor

      Olá Michael!

      Muito obrigado, é uma satisfação imensa saber que esta maneira de ensinar agradou você e muitas outras pessoas.

      É fato comprovado que a música torna o aprendizado de um novo idioma, não só o inglês, mas qualquer um, mais divertido e estimulante. Eu vou sempre manter os conteúdos do Inglês Com Rock com a melhor qualidade possível para ajudar quem deseja aprender inglês. O meu desejo é ajudar e espero que você sempre visite o nosso blog e se divirta e aprenda bastante! Nosso blog, porque ele não é meu, é de todos nós, mas principalmente de vocês :D.

      Um forte abraço e tudo de bom pra você também!
      Cheers!

  • charles

    Olá!!!

    Gostaria de parabenizar o seu plano de estudo, pois após me decepcionar com cursos de inglês presenciais decidi aprender inglês sozinho e o seu site tem ajudado bastante, fica muito mais fácil aprendermos com músicas que gostamos. Obrigado.

    Obs: Quem sabe uma musica do Rush.

    • Diego Autor

      Olá Charles!

      Muito obrigado pelas suas palavras, é muito legal saber que as dicas do meu site estão te ajudando. Sem dúvida nenhuma o aprendizado com músicas é tudo de bom, pois é prático, divertido e motivador!

      Pode deixar que ainda farei algum post com alguma música do Rush, beleza?

      Um grande abraço!

  • Eder

    Gosto muito de Pearl Jam, Eddie Vedder é o cara. A única coisa que percebo é que às vezes fica difícil entender alguns trechos sem ver a letra, devido a pronuncia e o estilo próprio dele cantar não serem muito claras. Às vezes me lembra o jeito do Mike Patton pronunciar algumas coisas “indecifráveis” até mesmo para os nativos da lingua inglesa.

    • Diego Autor

      Olá Eder, obrigado pelo seu comentário!

      Alguns cantores possuem mesmo sotaques ou estilos de cantar que dificultam um pouco a compreensão do que está sendo dito, mas acho que não é nada que atrapalhe muito a ninguém.

      Concordo com você: Pearl Jam é muito bom e o Eddie Vedder canta muito :D.

      Um grande abraço!

  • Eder

    Diego tenho uma pergunta:

    No verso “My jaw left hurtin’” a tradução ficou: Meu maxilar ficou machucado. Se eu usasse a seguinte expressão : “My brother left happy after his graduation”. O verbo left pode ser usado dessa forma/nesse sentido? Pois achei interessante essa maneira (na música) de utilizar o verbo left. Na intro da Cult of Personality, do Living Colour, tem uma fala do Malcolm X que utiliza o left de outra forma interessante também:
    And during the few moments that we have left, we
    want to talk, right down to
    earth, in a language that everybody here can easily
    understand.” (Malcolm X)

    Valeu pelas respostas e esclarecimento.

    Eder

    • Diego Autor

      Eder, no seu exemplo eu acredito que não ficaria correto o uso do “left”, pois não é algo causado pela ação de alguma outra pessoa. Veja, em “My jaw left hurtin'”, o sentido de “left” está para “foi deixado” machucado, ou seja, o sujeito sofreu algo por consequência da ação de outra pessoa. Lembre que “left” pode estar às vezes relacionado com o passado do verbo “leave”, que significa justamente “deixar”. Então, na frase formulada, o sujeito não está sofrendo a ação de outra pessoa, mas sim de um acontecimento (sua graduação). Se levarmos em conta novamente a ideia do “foi deixado”, teríamos algo como “Meu irmão foi deixado feliz após sua graduação”, o que não fica muito correto, pois ele está feliz com a etapa da vida que ele venceu, e não por causa da ação que ele “sofreu” de outra pessoa (que, na verdade, não “sofreu”).

      Já quanto à outra forma que você percebeu na música Cult Of Personality, desta vez o “left” está com o sentido de “restar”.

      Espero ter ajudado!

      Um grande abraço!

    • Diego Autor

      Muito obrigado Eder!

      Sempre que precisar, é só entrar em contato que eu tento ajudar no que for preciso!

      Ah, e parabéns você também pela sua vontade de aprender :D.

      Abraço!

  • nara

    Hi Diego!

    Parabéns, e como sempre, muito bom.
    Tranquei o cursinho por causa do tempo, mas para não ficar sem nenhum tipo de treino, estudava dessa forma com música nos momentos
    livres. Então, pesquisando letras e também pelo EE, te encontrei, hehehe, o que facilitou. Nossa, seu blog é show, obrigada me ajudar e tenho certeza que a outros também.

    Beijos e obrigada ;)

    • Diego Autor

      Hi Nara!

      Obrigado pelo comentário simpático!
      Que bom que você encontrou meu blog e que você gostou dele, fico muito feliz por isso :D

      Beijos!

  • Ingrid Bloom

    Adorei “Jeremy” aqui!!!!
    Agora que entramos no grunge, poderiam colocar uma música do NIRVANA também, né?
    Sei lá, pode até ser “Teen Spirit”, que tem uma letra muito boa!!!
    Continuem assim, adoro o site!! :D

    • Diego Autor

      Oi Ingrid!

      Muito obrigado por ter curtido este que é um dos grandes clássicos do do Pearl Jam e do grunge aqui!

      Pode ter certeza que o Nirvana já está na fila para ter um post publicado também, além disso é uma das minhas bandas favoritas :D

      Continue acompanhando o Inglês Com Rock!!

      Um grande abraço!

  • Marcio

    Grande Diego, parabéns pelo seu trabalho. Para nós que somos apreciadores do bom rock’n’roll é muito bom aprender inglês através dos recursos que nos tem disponibilizado. Pearl Jam é minha banda de rock preferida, marcou a transição da minha adolescência para a idade adulta bem como de milhares de outros brasileiros. Sua análise de Jeremy foi bastante profunda e esmiuçada. Mais uma vez, parabéns… Obs: trabalhe o restante das músicas de TEN.

    • Diego Autor

      Muito obrigado, Márcio!

      Valeu por ter curtido a análise de “Jeremy”! O Pearl Jam é sensacional, e as músicas do álbum “Ten” são inesquecíveis. Pode ter certeza que ainda vou fazer artigos com outros clássicos desse grande álbum.

      Um grande abraço!

  • Daniela

    Muito boa essa aula, se desde o começo todos os professores ensinassem nesse formato, muitas pessoas como eu, já teriam aprendido inglês.